Home » Córtex by Franz Keppler
Córtex Franz Keppler

Córtex

Franz Keppler

Published
ISBN :
112 pages
Enter the sum

 About the Book 

Sucesso de crítica em 2012, a peça Córtex ganhou uma edição em livro pela editora nVersos. O monólogo, interpretado pelo ator Otávio Martins e dirigido por Nelson Baskerville, conquistou o público ao relatar a dedicação de um homem recém-casado à suaMoreSucesso de crítica em 2012, a peça Córtex ganhou uma edição em livro pela editora nVersos. O monólogo, interpretado pelo ator Otávio Martins e dirigido por Nelson Baskerville, conquistou o público ao relatar a dedicação de um homem recém-casado à sua mulher que, no auge dos seus 30 anos, sofre um AVC e vegeta sobre a cama.Córtex mantém o clima trágico e sofrido do espetáculo. Narra com tensão a história de um homem que, após prestar queixa na delegacia, gradativamente se envolve em uma teia de contradições que o leva a ser o principal suspeito do sumiço de sua esposa, que vivia numa cama. Em sua defesa, o homem tem apenas o intenso amor que sentia por ela e o sofrimento causado pela dor de sua ausência. À medida que a trama avança e revela detalhes da relação entre eles, o leitor é levado ora a acreditar na sua culpa, ora na sua inocência.Uma história instigante, em que o leitor se pergunta até o último momento: será que ele está mentindo? O que realmente aconteceu com ela?Mas o que é verdade? O que é mentira? O que realmente aconteceu? Estas perguntas percorrem o livro até culminar em um final surpreendente.SOBRE O AUTORFranz Keppler é jornalista e dramaturgo. Estreou no teatro em 2007 com a peça Nunca ninguém me disse eu te amo, sendo indicado ao prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes)de melhor autor.Seguiram-se Depois de Tudo (2008), Frames (2009), que também lhe rendeu indicação ao APCA de melhor autor, Camillee Rodin (2012), Córtex (2012) eDivórcio (2013). Keppler participou por quatro anos consecutivos das Satyrianas, com os textos curtos Fogos no céu de meia-noite, Só entre nós, Simbiose e Jardim do Éden.Em 2011, escreveu seu primeiro curta-metragem, vencedor do edital de produção do Festival Cultura Inglesa. Com direção da Rafaela Carvalho e com Maria Laura Nogueira e Daniel Tavares, foi eleito o melhor curta e agora será exibido em festivais nacionais e internacionais.